Programa Passe a Limpo


O programa Passe a Limpo, voltado para a gestão sustentável dos resíduos, vai além da reciclagem. Ele promove a educação ambiental e mudança de hábitos entre empregados e contratados. Dentre as ações estão palestras sobre gestão de resíduos (redução de consumo, análise de ciclo de vida dos produtos, separação adequada, coleta seletiva, métodos de tratamento, reutilização e reciclagem de resíduos), além da apresentação dos procedimentos internos de controle e dos requisitos legais aplicáveis.

A iniciativa é uma ferramenta importante para auxiliar na educação e conscientização ambiental dos empregados, inclusive com boas práticas para fora do ambiente de trabalho.

Programa Passe a Limpo

Programa Passe a Limpo

Bahia

O Programa Passe a Limpo foi criado para gerenciar os resíduos sólidos gerados em todas as atividades da fábrica brasileira, buscando minimizar os resíduos na fonte, adequando a separação, acondicionamento e armazenagem na origem, assegurando a coleta, o transporte e o pré-tratamento adequado. Dessa forma, garante uma destinação final responsável.

O processo de educação começou desde a implantação do programa, quando foram criados grupos de trabalhos responsáveis pela identificação e qualificação dos resíduos gerados na fábrica. Esse trabalho envolveu os diversos setores da empresa.

Atualmente, a gestão de resíduos sólidos na fábrica prioriza a seguinte ordem de controle: não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, atendendo, desta forma, as diretrizes estabelecidas na Lei 12305/10, referente à Política Nacional de Resíduos Sólidos.

No processo de coleta interna dos resíduos recicláveis é realizada uma pequena triagem e prensa dos materiais para posterior encaminhamento às empresas de reciclagem. Já os resíduos perigosos são direcionados para o ATRE – Armazenamento Temporário de Resíduos Especiais para um posterior tratamento em empresas licenciadas pelo órgão ambiental estadual.

Paraíba

O Programa de Gerenciamento de Resíduos da Mina da Guajú proporciona a destinação ambientalmente correta de 100% dos resíduos gerados na operação.

Coletores específicos, distribuídos nas áreas geradoras, permitem a adequada separação dos resíduos, que são armazenadas temporariamente em baias até a destinação final. Resíduos perigosos são destinados para reprocessamento, incineração, co-processamento ou aterro industrial. Resíduos não perigosos inertes e não inertes são reprocessados, reusados e reciclados.

Copyright © 2017 Cristal | Todos os direitos reservados