Mina da Paraíba


A mina da Cristal na Paraíba (mina do Guajú) é responsável pela extração do minério de Titânio (ilmenita) do grupo Cristal no Brasil.

A mina está localizada no Nordeste brasileiro, no município de Mataraca, na Paraíba, a cerca de 1.100 km da planta da Bahia – que é responsável pela transformação do minério em pigmento de TiO2.

Ocupa uma área de 1.050 hectares e consiste em um complexo de planta flutuante, draga e quatro plantas fixas que produz, além da ilmenita, a zirconita, usada para produção de cerâmicas e refratários, o rutilo, aplicado em eletrodos de solda e ligas metálicas, e a cianita, matéria-prima para refratários.

Tem os seus sistemas de gestão certificados pelas normas ISO 9001:2008 (práticas de Qualidade), ISO 14001:2004 (práticas de Meio Ambiente), OHSAS 18001:2007 (práticas de Saúde e Segurança do Trabalho) e NBR16001:2012 (práticas de Responsabilidade Social).

O programa de recuperação do meio ambiente desenvolvido pela mina do Guajú é reconhecido nacionalmente, inclusive pelo Ibama, que o considera modelo para recomposição de dunas. Nesse trabalho, a Cristal devolve as características ambientais, recompondo a fauna e flora locais. Do total de mudas nativas replantadas nas áreas mineradas, 80% são produzidos pela comunidade local, num programa onde a empresa qualifica, fornece os insumos e compra as mudas, gerando renda para a população rural circunvizinha.

Copyright © 2017 Cristal | Todos os direitos reservados